(21) 2613-0291 | (21) 3617 -5252

"Saúde, Segurança e Prevenção.
Ambiente seguro, trabalhador saudável produzindo qualidade"

» Dicas de saúde

ACIDENTE DE TRABALHO
É aquele que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da Empresa, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause morte, perda, redução permanente ou temporária da capacidade para o trabalho. (I.P. 10.2)

Fechar
DOENÇA PROFISSIONAL
É designação de várias doenças que causam alterações na saúde do trabalhador, comumente provocadas por vários fatores relacionados com os ambiente de trabalho.É a alteração na saúde do trabalhador,provocada por fatores presentes no ambiente de trabalho.

Fechar
ESTRESSE
É a resposta do organismo a situações inesperadas ou ameaçadoras. Reações que ativam a produção de hormônios são desencadeadas num processo de adaptação à nova situação. Um dos principais hormônios produzidos nessas circunstâncias é a adrenalina, que causa vaso constrição (estreitamento dos vasos sangüíneos) e taquicardia (aceleração dos batimentos cardíacos).

Dificuldades para lidar com as pressões do dia-a-dia, como a violência urbana, problemas familiares, problemas financeiros, dificuldades de relacionamento com colegas de trabalho ou com a chefia, tudo isso pode possibilitar o aparecimento do estresse crônico, com sobrecarga sobre órgãos como o coração, surgindo então doenças como hipertensão arterial, insônia, perda do apetite, gastrites, etc.

O estresse ocasional não é problema, é até benéfico e necessário, pois em várias situações precisamos de um nível mais alto de atenção e alerta.

Para evitar o estresse, tenha melhores atitudes no seu estilo de vida:

- Tenha uma alimentação saudável e em períodos regulares.
- Faça, pelo menos, uma atividade física periódica.
- Programe e tire férias anualmente.
- Não tome remédios sem prescrição médica.
- Não fume, evite excesso de café e de bebidas alcoólicas.
- Tenha atividades de lazer.
- Durma o tempo suficiente para seu descanso.
- Desenvolva bom relacionamento com as pessoas.
- Aprenda a trabalhar em grupo.
- Cuide bem de sua vida financeira, não faça compromissos além de suas possibilidades.

Fechar
INSÔNIA
Falta de sono adequado, em quantidade ou qualidade. Pode ser por dificuldade para iniciar e manter o sono, despertares freqüentes ou sono não reparador.

Insônia não é doença, é preciso saber o que está dificultando o sono.

O que fazer para evitar a insônia:

- Evitar cochilos diurnos
- Não fazer exercícios forçados ou atividade mental próximos ao horário de deitar.
- Criar ambiente adequado de temperatura, luminosidade e ruído.
- Evitar o uso excessivo de cafeína, álcool ou nicotina.
- Leite morno pode ajudar.
- Rotina de horário para dormir.

Fechar
ATIVIDADE FÍSICA
“... é definido como um conjunto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas pratica envolvendo gasto de energia e alterações do organismo, por meio de exercícios que envolvam movimentos corporais, com aplicação de uma ou mais aptidões físicas, além de atividades mental e social, de modo que terá como resultado os benefícios à saúde “.

A atividade física regular traz inúmeros ganhos, auxilia na melhora da força e do tônus musculares e da flexibilidade, fortalece os ossos e as articulações, auxilia na perda de peso e redução do percentual de gordura corporal, reduz os níveis de colesterol total e aumenta o colesterol HDL.

A atividade física regular melhora o fluxo de sangue para o cérebro e reduz a ansiedade e o estresse.



Fechar
AVALIAÇÕES CLÍNICAS
A Medicina Preventiva é muito importante e deve ser estimulada. A Cemig patrocina as avaliações mastológicas de todas suas trabalhadoras com idade a partir dos 35 anos. Os empregados do sexo masculino, a partir dos 45 anos de idade, se submetem anualmente à avaliação prostática.

O câncer de mama e o câncer de próstata são muito freqüentes e as chances de cura são grandes quando o diagnóstico é precoce, feito nas fases iniciais da doença.

Outros acompanhamentos clínicos devem ser feitos anualmente, principalmente a partir dos 45 anos de idade. Todas as mulheres com vida sexual ativa e de qualquer idade devem se submeter ao exame ginecológico anual, e as pessoas de ambos os sexos devem passar por uma avaliação clínica anual.

Fechar
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
Há quem diga: “quanto menos comemos mais vivemos”. Portanto evite os excessos. Não há alimento completo, nossa alimentação deve ser variada, “colorida” como gostam de dizer muitos nutricionistas. Idealmente devemos ter 2 refeições e 3 lanches diários.

Alimento imprescindível para qualidade de vida é a água que deve ser tomada várias vezes ao dia.

Evite alimentos enlatados e industrializados. Da mesma forma, seja moderado com os alimentos gordurosos, principalmente aqueles de origem animal.

Procure comer as frutas sem adicionar açúcar.

Cuidado com o sal, quando em excesso pode ser muito prejudicial à saúde.

Fechar
DISLIPIDEMIAS
São alterações dos níveis de gordura no sangue.

As principais gorduras são o colesterol e os triglicérides. O colesterol total é formado pelo HDL + LDL + VLDL (siglas em inglês para lipoproteína de alta densidade, lipoproteína de baixa densidade e lipoproteína de muito baixa densidade, respectivamente.

O colesterol HDL, conhecido no meio leigo como colesterol bom, protege o sistema cardiovascular, diminui a incidência de infartos e derrames. Seus níveis normais são a partir de 35 mg %, mas o ideal para o homem é > ou = 55mg e o ideal para a mulher é > ou = 65mg%. A atividade física regular, o azeite de oliva e algumas castanhas podem melhorar os níveis de colesterol HDL no sangue.

O colesterol LDL, conhecido como colesterol ruim, quando acima dos valores normais contribui para a formação de placa de ateroma (placa gordurosa) que pode causar infartos e derrames. A redução de alimentos gordurosos, principalmente de origem animal, como a carne e os derivados do leite, e a atividade física regular são importantes medidas para reduzir o LDL e, portanto, os riscos cardiovasculares.

Os triglicérides são gorduras muito utilizadas no fornecimento de energia para os músculos e outros tecidos. Seus níveis devem ser < ou = 150mg%. Níveis elevados de triglicérides contribuem para o aumento do colesterol, aumentam o risco de tromboembolismo e quando muito altos podem causar pancreatite aguda. O excesso na ingestão de gorduras, doces e massas contribui para aumentar os triglicérides. Também aqui a atividade física é importante para reduzir os níveis séricos dessa gordura.

Fechar
OBESIDADE

Considerada um problema de saúde pública em vários países, a obesidade é causa de várias outras doenças como hipertensão, diabetes, problemas articulares, venosos, etc.

O índice de massa corpórea ( IMC ) é a relação entre o peso e a altura ao quadrado ( IMC = P/h² onde P = peso e h = altura ). O IMC é normal até 25; de 25 a 29,9 é considerado sobrepeso e a partir de 30 já se classifica como obesidade.

A herança familiar, o estresse, o sedentarismo e os erros alimentares são as principais causas de obesidade.



Fechar
GINÁSTICA LABORAL

Orientada por profissional de Educação Física ou Fisioterapia, esta atividade tem algumas peculiaridades, de acordo com a função de cada trabalhador ou grupos homogêneos de trabalhadores. Aqueles que passam a maior parte do tempo assentados em frente ao computador recebem orientações específicas de ginástica para a sua situação, enquanto outros que trabalham em oficinas, montagem de estruturas, movimentação de cargas, etc, fazem outro tipo de ginástica adequada ao seu trabalho. Vale lembrar que a ginástica laboral traz vários benefícios, reduzindo o estresse, melhorando o humor e a disposição, prevenindo problemas osteomusculares e incrementando a produtividade.



Fechar
AGROTÓXICOS E ANTÍDOTOS

Podemos perguntar: Porque o leite não serve como prevenção de intoxicação, no caso para trabalhadores que trabalham com substâncias como piretróides, entre outros agrotóxicos? A resposta é que o leite é um excelente alimento e tem apenas essa função quando ingerido pelos trabalhadores. Por ser ligeiramente alcalino contribui para reduzir a acidez gástrica. Não é antídoto de qualquer agente tóxico. Os agrotóxicos, em geral, penetram no organismo pela pele, mucosas e vias respiratórias. Portanto, a prevenção deve ser adotada através de medidas coletivas e com o uso correto de EPIs. É crendice popular a hipótese de que o leite possa atuar como detoxicante. É simplesmente um completo alimento.



Fechar
ANTICONCEPÇÃO

Anticoncepção é evitar a gravidez indesejada. A anticoncepção segura e efetiva está associada diretamente com o planejamento de gestações e com a possibilidade de redução das taxas de mortalidade materna.

O grau de fertilidade de uma mulher varia com a idade. Durante alguns meses após a primeira menstruação e no período que antecede a menopausa há uma relativa infertilidade. A taxa é maior entre as idades de 20 a 30 anos. Embora o período de amamentação se associe com infertilidade, nem a idade nem a amamentação são suficientes para oferecer proteção efetiva contra gestações não-planejadas. Existem diversos métodos anticoncepcionais :

- Métodos naturais: coito interrompido, prolongamento da amamentação, abstinência periódica (tabelinha)
- Métodos de barreira: camisinha (condom), diafragma, espermicidas
- Métodos hormonais: anticoncepcional oral e não-oral
- Dispositivo intra-uterino (DIU) medicado e não-medicado
- Esterilização masculina e feminina

Cada método tem suas qualidades, indicações e contra-indicações. Marque uma consulta com seu ginecologista para fazer a melhor escolha e tirar todas as suas dúvidas.



Fechar
CANSAÇO OU FADIGA

O cansaço ou fadiga descreve uma sensação de exaustão ou perda de energia , não sendo sinônimo de fraqueza , que significa diminuição da força muscular ou sensação de que é necessário maior esforço para movimentar os músculos. Existem inúmeras causas de cansaço e que são divididas em psicológica ( ansiedade, depressão, etc.), orgânica ( decorrente de doenças não-psiquiatras) e idiopática (causa desconhecida). O tratamento consiste na identificação da causa e seu tratamento específico.



Fechar
APNÉIA DO SONO

A apnéia do sono é uma das principais doenças não- psiquiatras que levam ao cansaço ou fadiga. Suas características é o ronco alto e múltiplos despertares durante a noite com falta de ar. A fragmentação do sono provoca sonolência durante o dia, podendo causar acidentes de carro, e comprometimento da performance no trabalho. Os episódios são exacerbados pelo uso do álcool ao deitar e pelos medicamentos sedativos. A posição supina para dormir é pior.

O diagnóstico é feito pelo médico na entrevista e confirmado pela polissonografia. Neste exame o paciente é observado durante uma noite de sono e são feitas medidas do número total de apnéias por hora. A apnéia do sono é fator de risco para doenças coronarianas, como Infarto Agudo do Miocárdio e Acidente Vascular Cerebral.

Os tratamentos preventivos incluem perda de peso e evitar ingerir álcool. Em casos mais graves é necessário um aparelho (CPAP) para ajudar na respiração á noite. É interessante que todos vocês passem essas informações as pessoas mais próximas que estão com essas queixas, pois essa doença está muito relacionada com a obesidade (que esta cada dia mais freqüente na população) e ainda é pouco divulgada.



Fechar
CEFALÉIA (dor de cabeça)

A cefaléia é um queixa freqüente nos consultórios. As mulheres são mais afetadas e a faixa etária mais comprometida é a dos adultos jovens. As principais cefaléias são a enxaqueca e a do tipo tensional.

A enxaqueca tem início geralmente entre 10 a 20 anos e com o passar dos anos a tendência é de os ataques se tornarem menos freqüentes e menos intensos. Situações estressantes talvez sejam a causa mais comum das crises. Variações no ritmo do sono, na alimentação (queijo, vinho, chocolate, etc.) e nas atividades cotidianas, uso de medicamentos, período pré-menstrual, luminosidade e alterações climáticas também estão associados. Os sintomas mais freqüentes são: dor na cabeça em um só lado, moderada a forte, caráter pulsátil, que piora com atividades físicas de rotina, associada com irritabilidade e náuseas. Pode durar de 4 a 72 horas.

A cefaléia do tipo tensional é o tipo mais comum na população geral. É causada principalmente por tensão muscular e estresse, como na enxaqueca, ma suas características são diferentes. A dor é não -pulsátil, geralmente em aperto ou pressão, nos dois lados da cabeça , de intensidade mais leve e não piora com atividades físicas de rotina. Pode durar de 30 minutos a 07 dias.

A cefaléia pode ser causada por inúmeras causas, é necessário que a pessoa tente identificar os fatores que contribuem para ela ocorrer, visando modificá-los. O paciente deve realizar atividades que considere eficaz, como atividades físicas regulares, exercícios de relaxamento, massagens e repouso em local escuro e silencioso. Mas se a cefaléia for recorrente é necessário procurar um neurologista para maiores investigações e avaliação da necessidade de tratamento medicamentoso.



Fechar
CLIMATÉRIO

Climatério é o período que se inicia na pré-menopausa e termina 01 ano após a menopausa.

Pré-menopausa é um período que se inicia aproximadamente ao redor dos 45 anos de idade e se caracteriza pelo aparecimento de alterações menstruais e/ou ondas de calor. É importante pontuar que o fim do climatério assinala também o fim do período fértil da mulher. Menopausa é a interrupção da menstruação, mas só é considerada após 01 ano sem ciclos menstruais.

Os sinais e sintomas mais comuns em uma mulher no climatério são:

- Irregularidade menstrual
- Fogacho (ondas de calor), frequentemente associado com sudorese, palpitação e dor de cabeça. A freqüência é variável.
- Atrofia urinária, manifestada como incontinência, infecções de repetição e urgência para urinar
- Atrofia genital, manifestada como perda da elasticidade e diminuição da secreção vaginal
- A pele se torna mais fina e menos elástica
- Risco de osteoporose, doença caracterizada por uma maior fragilidade óssea e consequentemente, maior risco de fraturas

O tratamento geralmente é feito com reposição hormonal, mas irá variar de paciente para paciente. O acompanhamento regular com seu ginecologista é de extrema importância, tanto para a escolha do melhor tratamento, quanto para controle e prevenção, pois é neste período da vida da mulher que são diagnosticados os principais cânceres ginecológicos.



Fechar
DEPRESSÃO

A depressão é um problema comum em todos os países, sendo um importante problema de saúde pública. Foi estimada como a quarta causa específica de incapacitação nos anos 90. A prevalência na população em geral varia de 3 a 11%, sendo 02 vezes maior em mulheres.

É um transtorno que geralmente perdura por meses e que retorna frequentemente. A duração média de um episódio é de 20 semanas e 80% dos indivíduos terão um segundo episódio.

Esta doença é caracterizada por humor deprimido, perda de interesse e fadigabilidade. E estes estão geralmente associados a concentração reduzidas, auto-estima reduzida, idéias de culpa, visões pessimistas, idéias de suicídio, sono perturbado e apetite diminuído.

O tratamento da depressão é realizado pelo médico psiquiatra, através de consultas (entrevistas) e medicamentos. É importante salientar que o medicamento antidepressivo, atualmente muito usado, é um medicamento de uso controlado que só pode ser iniciado e retirado com autorização de um médico.



Fechar
DIABETES MELITO

A diabetes é caracterizada por um quadro de glicemia aumentada crônicamente, acompanhada de distúrbios no metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras. Diabetes Melito é um grupo de doenças com diferentes causas e manifestações clínicas (tipo 1, tipo 2, gestacional), que resultam de defeitos da secreção e/ou da ação da insulina. A insulina é um hormônio responsável por “colocar” a açúcar (glicose) do sangue para dentro das células do nosso corpo.

Os efeitos ao longo do tempo incluem dano, disfunção ou falência de órgãos, especialmente rins, nervos, coração e vasos sanguíneos. A apresentação inicial pode se dar por sintomas como aumento da vontade de beber água e urinar associado a perda de peso.Os fatores de risco mais comuns são:

- Idade maior ou igual que 45 anos
- Sobrepeso ou obesidade (IMC maior ou igual que 25)
- Deposição central de gordura
- Pai ou mãe com diabetes
- História de diabetes gestacional
- Hipertensão arterial
- Dislipidemia (colesterol/triglicérides alto)
- Sedentarismo

O diagnóstico se baseia no grau de glicemia aumentada, podem ser usados as medidas de glicemia de jejum, glicemia casual e Teste de tolerância á glicose. O tratamento vai depender da causa (tipo1 ou 2, gestacional) mas se baseia em dieta, exercícios físicos e medicamentos. Além, é claro, do controle semestral com seu endocrinologista.

O Diabetes é uma doença comum e de incidência crescente. Estima-se que em 1995 atingia 4% da população adulta mundial e que, em 2025, alcançará a cifra de 5,4%.O padrão atual d concentração de casos esta na faixa etária de 45-64 anos. Ocorre uma perda importante da qualidade de vida e é umas das principais causas de morte, insuficiência renal, amputação de membros inferiores, cegueira e doença cardiovascular. Por tudo isso, a prevenção desta doença é prioridade da saúde da população mundial.



Fechar
DORT: Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho

Distúrbios osteomusculares englobam uma variedade de sinais e sintomas clínicos tais como dor, edema ( inchaço), formigamento, limitação funcional e perda de força, que não foram causadas por um trauma externo. Podem resultar em graus variados de incapacidade, sendo esse aspecto determinante na procura do atendimento médico. As principais regiões do corpo implicadas são o pescoço, os braços, a coluna lombar e, com menos frequência, os joelhos. As circunstâncias específicas em que o trabalho se realiza, mesmo se inadequadas, não são as únicas determinantes do desenvolvimento dessa condição. Ambos, trabalhador e empresa, são fruto de determinações mais amplas, onde têm papel tanto a economia do país no mundo globalizado quanto os determinantes de vulnerabilidade específicos de cada empresa e indivíduo. Fatores sócio-econômicos extra-ambiente de trabalho imediato (baixa renda familiar, possibilidade de acesso a benefícios, ameaça à aposentadoria) interagem com as demandas no trabalho propriamente ditos (intensificação do ritmo de trabalho, horas extras) e com fatores individuais (nível de escolaridade, qualificação, idade, situação familiar).

O Programa de controle Médico da Saúde Ocupacional (PCMSO) da empresa tem papel fundamental na redução das LER/DORT:

- Encorajar a notificação precoce da dor
- Assegurar avaliação imediata dos casos notificados
- Familiarizar-se com postos e processos de trabalho
- Restringir a atividade ou orientar a troca de função em situações de risco até a implementação das medidas de controle
- Monitorar o retorno ao trabalho de indivíduos em reabilitação

O objetivo de qualquer empresa, é que seus colaboradores trabalhem com saúde, segurança e bem-estar. Participe da ginástica laboral e se você começar a apresentar dores (nas principais regiões citadas anteriormente) procure o Serviço de Medicina do Trabalho.



Fechar
DROGAS: uso/ abuso/ dependência.

A droga é qualquer substância exógena ( que colocamos dentro do nosso corpo) que interfira em um ou mais sistemas do organismo. Nas últimas décadas, houve um aumento significativo de consumidores e dos tipos de drogas usadas. A Secretária Nacional Anti-Drogas divulgou dados do Brasil: uso de maconha é de 6,9%, solventes 5,8%, cocaína 2,3%, benzodiazepínicos 3,3% e anfetaminas 4,3%. A Região Sul mostrou ter o maior consumo. O uso abusivo de drogas é caracterizado por: uso constante e contínuo da substância, resultando em falhas para preencher obrigações no trabalho, na escola, em casa ou problemas legais. A dependência é caracterizada por: uso de quantidades cada vez maiores para obter o efeito desejado, efeito nitidamente diminuído com uso contínuo da mesma droga, síndrome de abstinência, esforço sem sucesso para diminuir a ingestão da substância, reduzir ou abandonar atividades sociais.

O tratamento é baseado em controle psiquiátrico (consultas periódicas, medicamentos e internações), grupos de auto-ajuda e apoio da família. Muitas vezes é necessário o apoio de um assistente social ou de um terapeuta de família. É de extrema importância a participação dos familiares no tratamento e acompanhamento.

Atenção aos indícios de que os filhos possam estar consumindo drogas :

- Pouca tolerância em relação a frustrações e autoridade
- Alterações no humor, acesso de raiva ou mau humor, irritabilidade e agitação
- Mudanças bruscas de comportamento
- Piora do desempenho na escola e no trabalho, não-participação nos esportes ou outras atividades que requerem esforço físico ou mental
- Falta de motivação para atividades comuns
- Conflitos com a Lei
- Queixas semelhantes a uma “ressaca”
- Depressão, isolamento da vida familiar e de amigos, comportamento manipulativo e mentiras Se vocês conhecem pessoas que estão passando por essas dificuldades, oriente seus pais ou parentes mais próximos a procurar um especialista para orientá-los a ter uma melhor abordagem com o dependente.



Fechar
HIV-AIDS

HIV = vírus da imunodeficiência humana

AIDS = síndrome da imunodeficiência adquirida em humanos (em inglês, no português é SIDA)

Desde a identificação do HIV mais de 60 milhões de pessoas já foram identificadas, como contaminadas, no mundo. A AIDS é a fase avançada da infecção pelo HIV, que geralmente ocorre em pessoas sem tratamento. Com o tratamento ao alcance de todos, através do SUS, a AIDS e as hospitalizações reduziram dramaticamente. Desde a identificação do HIV mais de 60 milhões de pessoas já foram identificadas, como contaminadas, no mundo.

Inicialmente essa doença atingia de preferência homossexuais e receptores de transfusão sanguínea, mas atualmente seu perfil modificou-se, acometendo heterossexuais (principal grupo desde 1993), usuários de drogas injetáveis, profissionais do sexo e pessoas que vivem na pobreza. As formas de transmissão são: relação sexual, perinatal (gravidez), agulhas contaminadas, transfusão de sangue contaminado e acidentes com material perfurocortante em profissionais da saúde.

Os sintomas relacionados a infecção pelo HIV são muitos e variam de acordo com a fase em que a doença está. Os principais são inespecíficos (podem ocorrer em qualquer doença) como febre, mal-estar, sudorese noturna, diarréia. Além de doenças da pele e mucosa (micoses, Herpes, Candidíase) e alterações nas células do sangue. A pessoa deve ficar atenta se ocorrer perda de peso superior a 10% (sem causa aparente) acompanhada de febre ou diarréia com duração superior a 30 dias.

O diagnóstico é feito em duas etapas: primeiro a pessoa realiza o teste Elisa para HIV (é o teste anti-HIV que os médicos solicitam), o segundo passo só irá ocorrer se esse teste for positivo. Então solicita-se um teste para confirmar a contaminação ( Western Blot para HIV). Os dois exames são realizados a partir de amostras de sangue.

É importante que a pessoa infectada pelo HIV procure um serviço médico para tratamento, controle e aconselhamento. Estudos mostram que o paciente bem orientado reduz comportamentos implicados na transmissão sexual ou por uso compartilhado de seringas. O tratamento diminui consideravelmente as taxas de mortalidade e de doenças relacionadas a AIDS.



Fechar
SÍNDROME METABÓLICA, DIABETES E DOENÇAS CARDIOVASCULARES

HIV = vírus da imunodeficiência humana

A Síndrome Metabólica é caracterizada por 03 ou mais das seguintes alterações:

- Pressão arterial maior ou igual a 130/85 mmHg
- Glicemia de jejum maior ou igual a 110
- Triglicérides maior ou igual a 150
- Colesterol HDL menor 40 (homens) e menor 50 ( mulheres)
- Obesidade central ( circunferência da cintura): maior 102 (homens) e 88 (mulheres)

Pela sua definição, já podemos observar que os principais fatores de risco para a Síndrome metabólica são estilo de vida, estresse psicossocial e o genético. Portadores desta síndrome tem maior risco de desenvolver diabetes e doença cardiovascular , assim como maior mortalidade.

As anormalidades apresentadas por essas pessoas que têm a síndrome causam alterações no funcionamento do corpo humano como: aumento da resposta inflamatória, alteração hormonais (como a insulina), em vasos( que causam infarto, AVC) e renais , entre outras.

A prevenção e o tratamento de complicações da síndrome metabólica dependem da adoção de estilos de vida que reduzem resistência á insulina, inflamação crônica e disfunção dos vasos. Dietas corretas, perda de peso e atividade física regular, produzem melhora em todos aspectos da síndrome, além de prevenir o diabetes.

Há medicamentos que agem diminuindo essas alterações, mas é importante enfatizar que a síndrome é composta por múltiplos problemas clínicos que andam juntos e que podem ser prevenidos.

Desta forma podemos concluir que a prevenção é o melhor tratamento!



Fechar
TABAGISMO

HIV = vírus da imunodeficiência humana

Fumar é um desvio do comportamento muito difundido em todo mundo e também no Brasil. Dos homens, 33,8% são fumantes e das mulheres, 29,3%. A exposição (tanto ativa quanto passiva) á fumaça produzida pela combustão do tabaco resulta em um grande número de mortes, doenças, sofrimentos e danos ao meio ambiente. É o fator de risco de maior impacto pois, podem ser identificadas mais de 4000 substâncias químicas, muitas delas irritantes e mais de 60 carcinogênicas.

Muitos malefícios e várias doenças em todas as faixas etárias têm sua origem no tabaco: 30% de todos os casos de câncer, 90% dos casos de câncer de pulmão, 75% dos casos de bronquite crônica e enfisema pulmonar, no mínimo 25% dos casos de cardiopatia isquêmica, doença cerebrovascular, maior freqüência de infecções respiratórias, periondotites, impotência sexual, infertilidade, prematuridade, entre outros.

O risco para fumante de cigarro é dose -dependente: aumenta com a duração, a quantidade e o tempo de exposição. A dose está relacionada não apenas com o número de cigarros fumados, mas também com a quantidade de alcatrão existente no produto, com as características do filtro e com a profundidade da inalação.

O fumante regular é geralmente um dependente farmacológico da nicotina, o que pode ocasionar a síndrome de abstinência: irritabilidade, agitação, transtornos do sono, dificuldades de concentração, ansiedade, alterações intestinais, fome, aumento de peso e vontade de fumar. É a dependência da nicotina que mantém o vício e causa os sintomas nas pessoas que tentam parar de fumar, fazendo com que 90% delas voltem a fumar dentro de 01 ano.

As orientações consistem em chamar a atenção para os riscos de tabagismo, e para aqueles que indicam desejo de parar de fumar, aconselhamento e tratamento medicamentoso. Procure o Serviço Médico da Cemig para maiores informações.



Fechar
TRANSTORNOS DE ANSIEDADE

A ansiedade é um sintoma que possui alta prevalência; no Brasil, os transtornos de ansiedade se encontram em primeiro lugar dentre os transtornos psiquiátricos.

É uma emoção semelhante ao medo, representando um sinal de alarme para situações de ameaça á integridade física ou moral ou ao sucesso pessoal. É comum que ocorra também em situações que representem frustração de planos e de projetos pessoais, perda de posição social, de entes queridos, expectativas de desamparo, abandono ou punição. Nessas circunstâncias, constitui-se um sinal de alerta que conduz a pessoa a tomar medidas necessárias para lidar com o “perigo”, levando a agir ou evitar situações, desenvolvendo estratégias, que podem ser adaptativas (saudáveis) ou não, dependendo de suas conseqüências.

A ansiedade passa a ser doença quando se torna uma emoção desagradável e incômoda , que surge sem estímulo externo apropriado ou proporcional para explicá-la, ou seja quando a intensidade, duração e freqüência estão aumentadas e associadas ao prejuízo do desempenho social ou profissional do indivíduo.

Os principais sintomas são: dificuldade de concentração, pensamentos ruins, medo de perder o controle, impaciência, isolamento, dor no peito, palpitação, falta de ar, dor de estômago, dor de cabeça, insônia, ondas de calor ou calafrio, entre outros.

Os transtornos de ansiedade mais conhecidos são:

- Transtorno do pânico: ocorrem ataques espontâneos e inesperados de ansiedade, medo ou terror intensos, sensação de morte iminente ou perda de controle, durando geralmente 10 a 20 minutos.
- Fobia social: medo marcante ou evitar de ser o foco de atenção ou de comporta-se de forma embaraçosa ou humilhante diante de outras pessoas.
- Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC): presença de obsessões graves que ocupam boa parte do tempo da pessoa, causando desconforto ou comprometimento importante nas atividades diárias ou relações pessoais.

O controle e tratamento é realizado pelo médico psiquiatra, através de consultas e medicamentos.



Fechar
CÂNCER

Câncer é a designação brasileira para neoplasia maligna (tumor). É caracterizada por uma população de células que crescem e dividem sem respeitar os limites normais, invadindo e destruindo tecidos adjacentes, e podem se espalhar por outros órgãos do corpo mesmo à distância (metástase). É muito importante o diagnóstico precoce para obter cura. Eles podem ser causados por anomalias genéticas ou por causas externas. São classificados de acordo com o tecido de origem.

Consideramos de grande importância frequente o Câncer de mama, próstata e intestino.

Câncer de mama: é a segunda maior causa de morte por câncer nas mulheres depois do de pulmão. Atinge 1 em cada 13 mulheres que atingem os 90 anos e o número de casos vem crescendo desde 1970. Seus principais sintomas são: aparecimento de nódulo ou endurecimento da mama, mudança no tamanho e/ou formato da mama, alteração na coloração ou na sensibilidade da mama e/ou da aréola, secreção contínua por um dos ductos, retração da pele da mama ou do mamilo, inchaço significativo ou distorção da pele.

Câncer de próstata: se desenvolve mais frequentemente em homens acima dos 50 anos. O Câncer de próstata precoce não causa sintomas, é diagnosticado através de exames de rastreamento que são realizados periodicamente. Às vezes pode causar alterações urinárias como sangue na urina, aumento da freqüência de urinar a noite, dificuldade em iniciar e manter um jato contínuo, ato de urinar doloroso, aumento da freqüência de ida ao banheiro.

Câncer de intestino: é um dos tipos de cânceres mais freqüentes e está ligado ao sedentarismo, obesidade, tabagismo, história familiar, predisposição genética, ingestão rica em carnes vermelhas. Os sintomas mais comuns são sangramento intestinal, mudança do hábito intestinal e da forma das fezes, dor e distensão abdominais, emagrecimento e/ou falta de apetite, anemia, fadiga, palpitações e palidez.

Para esses tipos de cânceres existem exames que podem ser realizados para fazer o rastreamento e diagnóstico precoce.

Procure seu médico para saber a época adequada para se iniciar a realização dos exames de rastreamento e a freqüência deles.



Fechar
© Copyright 2008 - 2019 :: SEMTRAB - Segurança e medicina do trabalho :: www.semtrab.com.br